Everybody loves Beleléu

Pois é, o FIQ acabou e ficaram apenas as lembranças (ou ao menos aquelas que não foram apagadas pelo uso abusivo de álcool). Oh, happy days.

A Beleléu virou febre. Vendemos todo o estoque que haviamos levado graças ao marketing agressivo de Elcerdo que, armado apenas de charme e malícia, conseguiu conquistar muitos fregueses. Mas também, e principalmente, porquê a revista está realmente muito fina. E podem crer que… (+) Leia mais